A degeneração macular (DM) é um problema que pode prejudicar a visão. Com isso, a pessoa passa a ter muitas dificuldades em realizar tarefas rotineiras e simples, como ler ou dirigir. Essa condição afeta a parte central do campo visual da pessoa, não interferindo na visão periférica ou lateral.

Outro ponto interessante a ser considerado é que, por si só, esse problema não leva o paciente a ter cegueira total — a visão periférica é preservada.

A mácula consiste em uma pequena área da retina responsável por garantir a percepção de detalhes quando olhamos. Quando ela é afetada por uma lesão do tipo degenerativa, que normalmente aparece com o avançar da idade, é que damos o nome de degeneração macular. A principal característica desse problema é uma mancha escura que surge no centro do campo de visão.

Principais fatores de risco para a degeneração macular

Há uma série de fatores que precisam ser levados em conta quando se trata da degeneração macular. A seguir, selecionamos os mais importantes. Acompanhe!

1. Idade — o principal fator de risco é a idade. Quanto mais ela avança, mais chances a pessoa tem de desenvolver essa condição.

2. Ocorrência em um olho — quando a DM afeta um olho, aumentam as chances de que o outro também seja atingido.

3. Obesidade — além de ser um fator de risco, a obesidade contribui para a progressão da doença.

4. Genética — quando algum familiar muito próximo já desenvolveu a doença.

5. Mulheres — o sexo feminino é um pouco mais sensível a desenvolver esse problema.

De acordo com a medicina oftalmológica, os dois tipos de DM mais recorrentes são a exsudativa e atrófica.

DM exsudativa

Essa situação ocorre quando há a formação de vasos sanguíneos anormais no fundo do olho, com sangramentos ou fluidos extravasados deles. Com isso, a visão fica embaçada. Nesse tipo, a perda da visão pode ocorrer de forma rápida e muito intensa.

DM atrófica

Esse tipo é o mais frequente, e sua ocorrência está relacionada ao afinamento e envelhecimento dos tecidos da mácula. Aqui, o mais comum é que a perda da visão aconteça de forma gradual.

Outra informação importante é que, mesmo considerando que essa doença atinja ambos os olhos da pessoa, a perda de visão é assimétrica. Ou seja, um olho sempre acaba sendo mais afetado do que o outro.

Quando se trata da degeneração macular, é preciso ter muita atenção. Muitas vezes, a pessoa não busca orientação especializada por achar que o prejuízo na visão é algo normal para a idade. Porém, qualquer tipo ou grau de perda de visão deve ser analisado com atenção, especialmente quando o problema surgiu ou está piorando na terceira idade.

Existem sintomas da degeneração macular?

Nos primeiros estágios de manifestação, a degeneração macular costuma ser assintomática. Mas pode ser que a pessoa sinta uma queda na visão de um olho, enquanto que o outro permanece bom. Porém, quando o problema afeta ambos os olhos e há a perda da visão central, é mais fácil diagnosticar precocemente e dar início ao tratamento.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!